quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Vai entender as mães.

... Um dia eu chutei a barriga da minha mãe e ela chorou de emoção. Fiz ela engordar uns 20 quilos e ela só tinha palavras boas pra mim. Fiz ela quase morrer de dor e ela deu um grito de alegria quando me viu pela primeira vez. Eu roubei o tempo dela, roubei o marido dela e a paixão só aumentou. Mãe, definitivamente você não bate bem e é por isso que eu sempre vou te amar loucamente.



Lembranças

De repente tudo se transformou,

Do teu sorriso a lembrança.

Da tua imagem a saudade

Dos nossos momentos a recordação

Meu sorriso em lágrimas,

Quando percebi que não mais a tinha comigo

Mas a tristeza de você ter partido

Se transformou na alegria de um dia

Tê-la tido pertinho de mim (...)

(Dedicado a Ana Lucia dos santos Cabral Mendes)



Um comentário:

  1. Que PERFEEEEEITO Ana Flávia *-*
    Ameeeeeeei, amei, amei minha poetisa s2

    ResponderExcluir